25 de jan de 2014



http://luizschmitt.wix.com/artenosabor

O chef de cozinha na sua casa

Entre em contato teremos o maior prazer em te ajudar.

23 de jan de 2014

RISOTO DE ESPUMANTE COM FILÉ E MOLHO DE ROMÃ


RISOTO DE ESPUMANTE COM FILÉ E MOLHO DE ROMÃ
Ingredientes para o risoto
1l de espumante
1/2 cebola
2 copos americanos de arroz arbório
5 nozes grosseiramente picadas
150g de parmesão
50g de queijo gouda
3 colheres (sopa) de manteiga
Sal e pimenta a gosto

Modo de fazer

Doure a cebola no azeite. Acrescente o arroz arbório e mexa sem parar até que o arroz fique brilhando. Adicione um copo americano de espumante e mexa até evaporar. Acerte o sal e a pimenta. Adicione o resto do espumante aos poucos até que o arroz fique al dente. Desligue o fogo. Junte os queijos parmesão e gouda, as nozes e a manteiga. Misture até incorporar. Abafe o preparo até a hora de servir.

Ingredientes para o molho de romã

1 romã grande
2 colheres (sopa) de melaço de romã
4 colheres (sopa) de açúcar
1 copo americano de vinho branco seco

Modo de fazer

Tire as sementes da romã e reserve. Bata 3/4 da fruta no liquidificador. Peneire e reserve. Em uma panela junte o suco da romã, o melaço, o açúcar e o vinho branco. Aqueça até que fique consistente. Junte uma parte das sementes reservadas e aqueça mais um pouco. Sirva sobre filé-mignon ao ponto temperado apenas com sal e pimenta.

22 de jan de 2014

TÁRTARO DE SALMÃO COM MAÇÃ



TÁRTARO DE SALMÃO COM MAÇÃ
Salmão fresco: 500 grs
Maçã em cubos: 150 grs
Gengibre picado: 6 lâminas finíssimas
Coentros em juliana: 10 grs
Azeite virgem frutado: 50 ml
Sumo de limão: a gosto
Canela em pó: a gosto
Flor de sal:  a gosto
Pimenta de moinho: a gosto
Molho de soja: agosto

Eu fiz para 5 pessoas, o que significou 2 postas médias de salmão e uma maçã.

Retire pele e espinhas ao salmão e corte em pequenos cubos. Retire a pele da maçã e corte em cubinhos. Pique finamente o gengibre. Junte a maçã, o gengibre, o coentro e o limão no salmão. Tempere com o azeite, a flor de sal, a pimenta e a canela. Eu arrisquei uma colher de café rasa de canela, e  ficou ótimo. Ajuste os temperos.

Sirva muito frio. Eu deixei o peixe e a maçã por uns minutos no congelador, e depois montei numa tigela de vidro. Coloquei umas gotas de molho de soja no prato, mais para decoração do que pelo sabor.

SALMÃO MARINADO COM MOSTARDA E MEL


SALMÃO MARINADO COM MOSTARDA E MEL
Ingredientes:
2 postas de salmão
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de mostarda em ( grão)
1 dente de alho
1 limão
1 lata de 400g de feijão branco
azeite
rúcula
sal
pimenta


Preparação:
Raspe o limão, reservando a raspa. De seguida esprema-o e guarde o sumo. Comece a preparar a marinada misturando o mel com a mostarda e juntando um fio de sumo de limão (só um pouco - guarde o restante para os feijões). Finalmente, tempere a marinada com sal e pimenta e envolva bem o salmão na mistura. Deixe repousar durante alguns minutos.

 Prepare a salada para acompanhar: retire os feijões da lata, passe-os por água, escorra-os bem e reserve. Deite um fio de azeite numa frigideira e junte o dente de alho previamente esmagado. Deixe aquecer em fogo bem baixo (cuidado para o alho não queimar!) durante 3 ou 4 minutos, até o aroma do alho se espalhar pelo azeite. Retire o alho da frigideira e coloque os feijões, envolvendo-os bem no azeite. Junte a raspa do limão e o restante sumo. Cozinhe durante uns minutos, envolvendo bem os feijões. Tempere com sal e pimenta. Leve  para uma saladeira, misturando com a rúcula, e reserve.

Finalmente, aqueça um grelhador e grelhe o salmão até ficar no ponto. Sirva acompanhado com a salada de rúcula e feijão.

GRAVLAX DE SALMÃO


GRAVLAX DE SALMÃO
Uma receita escandinava. É uma interessante variação sobre o mais conhecido salmão fumado, e a minha melhor descrição para quem nunca provou é que o gravlax será uma espécie de “presunto de salmão”. Normalmente será apresentado como entrada, servido em saladas ou sobre pão e com algum molho fresco (de iogurte e endro por exemplo). É  simples de preparar.

Ingredientes:
1 ou 2 lombos de salmão, somando meio quilo
2 colheres de sopa de sal grosso
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa bem cheia de endro picado (também conhecido por aneto)
1 colher de sopa de vodka (opcional)
½ colher de café de pimenta
Raspa de 1 limão
Fatias finas de limão


Preparação:
Misturar todos os ingredientes, exceto o peixe. Sobre película  de filme plástico aderente espalhe umas colheres da mistura, algumas rodelas finas de limão e sobreponha o lombo de salmão, coloque por cima  do salmão o restante preparado.

Embrulhe bem na película aderente e leve a geladeira  por 48 horas, com um peso em cima. Vire  a cada  12 horas, retirado  o líquido que escorre.

Por fim, retire da geladeira e lave com água corrente, secando com um pano. Decore generosamente com endro e sirva em fatias finíssimas.

MAGRET DE PATO COM PURÊ AO MOLHO DE VINHO DO PORTO


MAGRET DE PATO COM PURÊ AO MOLHO DE VINHO DO PORTO
Ingredientes:

Para o magret de pato:(peito de pato)
1 peito de pato
Sal fino
Pimenta

Para o porto de especiarias:
75 cl de vinho do porto
Suco  de uma laranja
1 colher de sopa de mel
4 grãos de pimenta de cayenna (use pimenta preta em alternativa)
Meia estrela de anis

Preparação:
Leve o vinho do porto ao fogo com o suco de laranja, grãos de pimenta, mel e especiarias. Deixe levantar fervura,baixe o fogo e deixe por 10 minutos. Reserve.

Com uma faca grande faça cortes diagonais no lado pele, espaçados 2 cm, e repita os cortes em outro ângulo para fazer um padrão de losangos. Tempere generosamente com sal e pimenta de ambos os lados do magret.

Aqueça no fogão uma grelha ou frigideira em fogo forte por uns minutos. Faça uma “caixa” de papel de alumínio pouco maior que o magret e com paredes de 2 dedos de altura, e ponha na frigideira. Deite o magret na caixa de papel de alumínio, lado da gordura para baixo. Baixe o fogo para  médio por 10 minutos – verás a gordura  derreter. Com uma pinça levante a carne para ver se está bem tostada – quando estiver vire a peça de carne e deixe agora por 6 a 7 minutos em fogo baixo. Desligue e deixe repousar ainda na frigideira por mais 5 minutos, aproveitando o calor remanescente.

Faça um purê de batata para acompanhar, onde  colocará um pouco  da gordura do pato.

Sirva o  peito de pato cortado  em fatias finas, com mais um toque de sal fino e pimenta e o molho do porto.

TIRAMISU ESPECIAL




TIRAMISU ESPECIAL
Ingredientes (4 pessoas):
500g de queijo mascarpone
5 gemas
4 claras
4 colheres de sopa de açúcar
 6 xícaras de café
cacau em pó
chocolate negro cortado em pedaços pequenos
300grs de biscoito tipo champanhe  ou equivalentes


Preparação:
Numa tigela grande, bata as gemas juntamente com o açúcar até começar a fazer espuma. Junte o mascarpone e bata em velocidade baixa até estar bem misturado.

Entretanto bata à parte as claras em castelo bem firme. Junte-as a pouco e pouco ao creme de gemas e mascarpone, envolvendo-as bem, mas tentando não as quebrar.

Finalmente, no recipiente em que irá servir, comece a montar o tiramisu: passe os biscoitos  pelo café, apenas do lado do açúcar e sem embeber demasiado. Disponha-os numa primeira camada no fundo do recipiente, com o açúcar para cima (assim o café vai-se entranhando no biscoito, amolecendo-o). Cubra com uma camada de creme de mascarpone, polvilhe com cacau e espalhe alguns pedaços de chocolate. Repita com mais uma camada de biscoitos, seguida de creme, cacau e chocolate. Repita mais uma vez, terminando com o creme, cacau e chocolate.

Leve a geladeira e sirva bem gelado.

PANNA COTTA COM FRUTAS VERMELHAS



PANNA COTTA COM FRUTAS VERMELHAS
Para esta sobremesa fiz uma espécie de 2 em 1: juntei a receita de panna cotta à receita de molho de frutos silvestres. O resultado é que foi ligeiramente diferente do esperado: as natas cozidas misturaram-se com o molho de frutos e, em vez de ter uma panna cotta com fruta por cima, obtive algo que já não é bem uma panna cotta clássica, com fruta por dentro, por fora, por todos os lados... De certa forma, é mais uma prova da versatilidade da panna cotta, e que vale a pena experimentar, por ser diferente do habitual.

Ingredientes (4 pessoas):
Para a panna cotta:
1/2 litro de  creme de leite
3 folhas de gelatina
2 colheres de açúcar
limoncello (licor italiano de limão - pode usar rum como alternativa)
extrato de baunilha (opcional)
sal
raspa de limão

Para o molho de frutas silvestres:
Frutas silvestres congeladas (ou naturais, mas é mais fácil encontrá-los congeladas)
2 paus de canela
1 colher de chá de açúcar
vinho do Porto
folhas de hortelã


Preparação:
Comece por colocar as folhas de gelatina de molho numa taça com água fria. De seguida, prepare o molho de frutos silvestres: coloque  uma boa quantidade de frutos numa pequena  panela. Junte um pouquinho de vinho do Porto, os paus de canela, a hortelã e o açúcar amarelo (o açúcar é opcional). Leve ao fogo  médio, mexendo de vez em quando - à medida que vão fervendo, alguns dos frutos desfazem-se e ajudam a engrossar o molho. Assim que estiver no ponto, retire do fogo e coloque  na forma na qual vai fazer a panna cotta (eu costumo usar uma forma de bolo inglês).

De seguida, coloque em outra panela o creme de leite  e junte as duas colheres de açúcar. Mexa, junte um pouco de sal e a raspa do limão (se desejar, pode colocar também umas gotas de extrato de baunilha). Leve ao fogo baixo  e deixe aquecer, mexendo de vez em quando, mas sem ferver. Nesta altura, retire as folhas de gelatina da água, escorra-as bem e junte-as às creme. Coloque também um pouco (meio cálice, talvez) de limoncello (ou rum, em alternativa). Mexa mais 1 minuto ou 2 e está pronto: coloque  na forma, sobre os frutos silvestres, o que vai fazer com que as natas e o molho se misturem completamente (o que não seria aceitável numa panna cotta normal, mas nesta versão é o efeito desejado).

Deixe esfriar  e coloque na geladeira por no mínimo 3 horas horas (idealmente de um dia para o outro), até solidificar e ficar no ponto certo. Sirva bem gelada.

SORVETE COM MOLHO DE FRUTAS VERMELHAS


SORVETE COM MOLHO DE FRUTAS VERMELHAS
Os ingredientes não têm quantidades certas 
 Tudo ao gosto de cada um.

Ingredientes aproximados (4 pessoas):
Sorvete de natas ou baunilha
Frutos silvestres congelados (ou naturais, mas é mais fácil encontrá-los congelados)
2 paus de canela
1 colher de chá de açúcar amarelo
vinho do Porto
folhas de hortelã


Preparação:
Coloque uma boa quantidade de frutos silvestres num pequeno tacho (a quantidade que vai querer dar a cada pessoa - ou conforme  a vontade). Coloque  um pouquinho de vinho do Porto e junte os paus de canela, a hortelã e o açúcar amarelo (na verdade, o açúcar é opcional; eu costumo pôr pouco. Leve ao fogo médio, mexendo de vez em quando - à medida que vão fervendo, alguns dos frutos desfazem-se e ajudam a engrossar o molho.

Aproveite para colocar duas bolas de sorvete em taças ou pratos. Assim que os frutos estiverem no ponto (não demora muito, apenas alguns minutos ao fogo), coloque  as frutas ainda morno sobre o sorvete em cada um dos pratos.

Sirva imediatamente!

CEVICHE CLÁSSICO PERUANO


CEVICHE CLÁSSICO PERUANO
Ingredientes
Milho Cozido
1 espiga de milho
1/2 litro(s) de água
1 pitada(s) de sal
Batata-doce cozida
1 batata-doce
1/2 litro(s) de água
1 pitada(s) de sal
Ceviche
1/4 de cebola roxa
280 grama(s) de peixe branco (garoupa, corvina, pargo, tilápia ou pescada-branca, por exemplo)
1 colher(es) de café de sal
1/4 de pimenta-dedo-de-moça cortada em rodelas bem finas
2 pedras de gelo
1/3 xícara(s) de chá de suco de limão
6 folha(s) de coentro
Modo de preparo
Milho Cozido

Corte a espiga de milho em rodelas e cozinhe-as em água com uma pitada de sal por cerca de 20 minutos. Tire-as do fogo, escorra e reserve.
Batata-doce cozida

Descasque a batata-doce e corte-a em bastões. Coloque-os em uma panela com água fria e com uma pitada de sal. Leve ao fogo e, quando a água começar a ferver, deixe cozinhar por mais dez minutos. Tire do fogo, escorra e reserve.
Ceviche

Corte as extremidades da cebola. Em seguida, corte-a ao meio, no sentido do comprimento, e descasque-a. Vire a cebola com o lado plano para a tábua e faça cortes finos no mesmo sentido que as linhas da cebola. Reserve.

Corte o peixe em cubos de aproximadamente 2 centímetros e coloque-os em uma tigela grande. Adicione o sal e a pimenta e misture bem. Depois junte o gelo e o suco de limão para começar o processo de cocção.

Acrescente a cebola e o coentro e mexa continuamente por quatro minutos. Prove e adicione um pouco de água, se necessário, para equilibrar a acidez. Por último, acerte o sal. Sirva com os bastões de batata-doce e as rodelas de milho.

19 de jan de 2014

FRALDINHA ASSADA COM GNOCCHI


FRALDINHA ASSADA COM GNOCCHI


2 peças (2kg) de fraldinha
2 col. Padrão de alho
5 ramos de alecrim
5 ramos de tomilho
200ml de vinho branco
1 Cebola
Sal e pimenta do reino a gosto
Etapas:
1 – Temperar a fraldinha com sal e pimenta do reino.
2 – Juntar o alho picado e a cebola julienne, desfolhar as ervas e cobrir com papel alumínio. Deixar marinar por 4 horas.
3 – Assar em temperatura baixa (150ºC), por aproximadamente 2 horas ou até a carne estar bem macia.
4 – resfriar e porcionar em fatias de 150g cada.
*Pode congelar.

Gnocchi batata e limão (base):
2kg de batata
50g de manteiga sem sal
500g de farinha de trigo
2 gemas
5 limões sicilianos
3 limões taiti
1/2 colher de chá de noz moscada em pó
1/2 colher de sopa de sal
2 saquinhos de açafrão em pó


Etapas:

1 – Lavar muito bem a batata em água corrente.
2 – Cozinhar a batata COM CASCA.
3 – Retirar as raspas dos dois limões. derreter a manteiga e juntar o açafrão, diluir. Juntar as raspas com a manteiga e reservar.
4 – Retirar a casca, passar ainda quente pelo espremedor ou na peneira fina e deixar esfriar.
5 – Acrescentar a manteiga temperada, o sal e a noz moscada, misturar bem. Em seguida as gemas.
6 – Misturar muito bem até formar uma massa firme.
7- Acrescentar pouco a pouco a farinha até dar ponto. reservar um pouco para usar na bancada.
8- fazer rolos de mais ou menos 30cm de comprimento. Cortar os rolos em cubos de mais ou menos 1,5 cm.
9 – Pré-cozinhar em água quente, deixar o gnocchi subir, retirar com escumadeira e logo mergulhar em água com gelo.
10- Deixar o gnocchi em geladeira por meia hora para firmar, caso necessário.
11 – Em seguida, porcionar a massa em saquinhos e armazenar sob refrigeração.
Montagem do Prato

1 Fatia de fraldinha assada
2 colheres de sopa de manteiga sem sal
1/colher de sopa de cebola
2 colheres de sopa rasa de creme de leite
2 colheres de sopa rasa de molho madeira
1/3 da porção de cogumelos
150g de gnocchi
3 folhas de sálvia
1 colher de sopa rasa de conhaque
1 colher de café de pimenta Dedo de Moça
Sal

Etapas:

1- Derreter a manteiga e dourar a cebola, juntar o mix de cogumelos e flambar com o conhaque. em seguida, acrescentar o creme de leite e o molho madeira, corrigir o sal.
2 – Dourar a fraldinha na chapa do 2 lados (cuidado para não ressecar);
3 – Derreter a manteiga e refogar as folhas de sálvia junto com a pimenta dedo de moça, acrescentar sal. Saltear o gnocchi cozido, corrigir o sal.

BACALHAU CONFITADO


BACALHAU CONFITADO
Rendimento: 4 porções

Ingredientes:
1kg de lombo de bacalhau gadus morhua dessalgado
1 xícara (chá) de azeitonas pretas portuguesas
200 gr de pimentão vermelho
200 gr de pimentão amarelo
200 gr de tomate cereja
200 gr de aspargo fresco
200 gr de batata pirulito
6 raminhos de tomilho fresco
1 pimenta dedo de moça
1 cebola
6 raminhos de alecrim fresco
6 dentes de alho inteiros
Sal e pimenta do reino a gosto
Folhinhas de tomilho fresco
Aproximadamente 1 – 1,2 litros de azeite extra virgem

Modo de preparo:
1. Comece limpando o lombo de bacalhau, retirando seu couro e sua espinha.

2. Em uma panela, despeje todo o azeite, adicione os dentes de alho (não precisa cortar e nem descascar, apenas esmague), a cebola, a pimenta (cortada ao meio e sem as sementes), raminhos de alecrim e tomilho (todo o lombo deve estar coberto pelo azeite).

3. Ligue o fogo, este deve estar sempre baixo, nunca deixe ferver. O processo é de cozimento, não de fritura, então, caso perceba que está começando a levantar fervura, desligue o fogo e depois ligue novamente. É necessário acompanhar esse processo. A temperatura ideal é de 52ºC.
4. O tempo aproximado de cozimento gira em torno de 40 minutos.
5. Enquanto isso, cozinhe as batatas pirulito em água com sal, até ficarem macias.
6. Após as batatas estarem cozidas e, faltando poucos minutos para o bacalhau estar pronto, puxe em uma frigideira com azeite de oliva, alho e alecrim, os pimentões, o aspargo, o tomates cerejas e as batatas pirulito, até as verduras ficarem al dente.
7. Passados os 40 minutos, retire o lombo de bacalhau da panela e acomode-o em uma travessa. Tempere com sal e pimenta do reino, e regue com bastante azeite (do bacalhau e das ervas), salpique as azeitonas pretas e folhinhas de tomilho e acrescente as verduras prontas.

Dicas;

• Para dessalgar, deixe o bacalhau de molho por 24h em uma bacia com água, na geladeira, sendo que essa água deve ser trocada a cada 6 horas. Após este tempo, escorra totalmente o bacalhau.
• Com o azeite do cozimento, coe, e coloque em molheiras para que seus convidados possam ir regando seu bacalhau.
• Com esse azeite coado, você terá um azeite deliciosamente aromatizado, para utilizar em todos os acompanhamentos ou para conservas.

RISOTO DE FRUTO DO MAR



RISOTO DE FRUTO DO MAR
Ingredientes:

400g arroz arborio
Azeite de oliva extra virgem
500g de mariscos
100g de mexilhões
100g de camarões descascados
100g de lula
100g de polvo aferventado
200ml de vinho branco
500g de tomates pelados
Salsinha picada
Alho
Sal e pimento do reino

Preparo:

Lave bem os mariscos e mexilhões. Coloque em uma caçarola com o vinho e um copo de água, cubra e aqueça a fogo alto até as conchas se abrirem.

Em outra panela, aqueça 5 colheres de sopa de azeite e dois dentes de alho. Adicione os camarões, a lula fatiada e o polvo picado e refogue todos juntos. Adicione os mariscos e mexilhões junto com seu suco de cozimento. Deixe ferver por cerca de 5 minutos em fogo alto, depois adicione o arroz e deixe cozinhar tampado por 10 minutos, adicionando água fervente, se necessário. Adicione o tomate pelado cortado em cubos, a salsinha picada e duas colheres de sopa de azeite extra virgem e finalize o cozimento por mais 3 minutos. Sirva o risoto quente e decorado com salsinha salpicada.

BATATA COM SALSICHA E REQUEIJÃO


BATATA COM SALSICHA E REQUEIJÃO
Ingredientes

-4 batatas grandes e retas, com casca e bem lavadas

Para o recheio:
-1 copo de requeijão (200 g)
- 6 unidades de Salsicha, em cubinhos
- 4 ramos de salsa picados
- folhas picadas de 2 ramos de alecrim
- sal a gosto
- ½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado fino

Preparo
1) Asse as batatas: preaqueça o forno em temperatura média (180°C).
2) Com um garfo fure as batatas e embrulhe cada uma em uma folha de papel-alumínio dupla. Acomode-as em uma assadeira e leve ao forno para assar por 1 hora 30 minutos.
3) Quando as batatas estiverem macias, desembrulhe-as, e espere que esfriem um pouco. Faça um corte em cruz em cada uma e retire a casca dessa parte superior. Aperte um pouco a parte cortada, para que as batatas se abram.
4) Com uma colher, retire um pouco dessa polpa (cerca de 2 colheres de sopa) e coloque em uma tigela. Reserve.
5) Prepare o recheio: na tigela com a polpa das batatas, coloque o requeijão, as salsichas, as ervas e misture.
6) Polvilhe um pouco de sal nas cavidades das batatas, preencha-as com o recheio e polvilhe o parmesão. Leve ao forno médio (180°C) por 20 minutos para aquecer e dourar. Sirva em seguida.

Rendimento: 4 porções
Tempo de Preparo: 30 minutos
Tempo de Forno: 1 hora e 50 minutos

BRUSCHETTA DE TOMATE CEREJA


BRUSCHETTA DE TOMATE CEREJA
O antepasto italiano mais antigo e tradicional, a bruschetta (pronuncia-se brusqueta), é originária das regiões do Lazio e de Abruzzo send derivada da palavra “bruscato” que significa tostado ou torrado, quer seja no forno ou na grelha. Há também outros nomes para bruschetta, como “Fetunta”, na região da Toscana, aí derivado das palavras “fetta unta”, isto é, fatia untada, no caso, com azeite de oliva.
Apesar de bem mais popular, a bruschetta all pomodoro (feita com tomate), não é a original. O tomate só chegou à Europa apenas no século XVI, e isso mostra que a prática de tostar o pão e acrescentar o azeite é bem mais antiga.A clássica bruschetta é feita com uma fatia de pão italiano rústico, de farinha escura e grossa, de casca dura, tostada na grelha, esfregada com alho, untada com abundante azeite e polvilhada com sal e eventualmente com pimenta-do-reino. Há, porém, incontáveis variações para se preparar uma boa bruschetta. Na Toscana, o pão local, feito sem sal é guarnecido com “fagioli al fiasco”, ou seja, feijão branco cozido com ervas e alho ou então, com “cavolo nero”, couve picada bem fininha e aferventada em água e sal.
Como os pães italianos são diversificados, variando de região para região, a bruschetta possui sabor e aparência com características distintamente regionais. Na Puglia e na Campania, por exemplo, é feita com um pão crocante, chamado “frisella” ou “frisedda”. Na Calábria, Sicília e Basilicata, a bruschetta é feita com um pão comprido de semolina e sementes de gergelim, guarnecido com tomates, azeite e orégano.





Embora certas guarnições fossem mais adequadas para determinados tipos de pães, pode-se garantir uma boa bruschetta, somente com um bom pão e um azeite de oliva de boa qualidade. A pimenta-do-reino moída na hora, também dá um sabor especial. Ainda, prefira tostar o pão na grelha, a torrá-lo no forno. Ele fica macio por dentro e com uma casca crocante externamente. Se usar queijo e quiser derretê-lo, coloque as bruschettas em forno alto, por alguns minutos, isto impedirá que o pão endureça.


SALMÃO AO SHOYO



SALMÃO AO SHOYO

Ingredientes;
2kgs de salmão em banda limpo com pele sem espinhos
1 litro de shoyo tradicional
raspas de limão siciliano a gosto
raspas de gengibre a gosto
pimenta rosa a gosto
azeite de oliva
2 sacos plásticos transparentes

Preparo
Temperar o salmão com as raspas de limão e o gengibre ralado, coloque alguns grãos de pimenta rosa sobre a banda de salmão.
Coloque o salmão dentro de um saco plástico, despeje o litro de shoyo, feche bem o saco plástico, por garantia coloque dentro de outro saco e amarre bem.
Leve a geladeira e deixe marinar por no mínimo por 3 horas, e de fez em quando, remexa o saco para temperar todas as partes do salmão.
Retire o saco da geladeira, e com cuidado retire o salmão do saco e coloque numa forma de vidro, seque o salmão com um pano.Coloque um pouco de azeite de oliva sobre o salmão e em baixo dele. Leve ao forno pré aquecido a 230 gruaus por 20 minutos.
Sirva com batatas soutê.
Agradeço minha amiga Adriana Brandão pela foto enviada 

PALETA SUÍNA COM BATATAS SAUTÉ



PALETA SUÍNA COM BATATAS SAUTÉ
Ingredientes

1kg de paleta suína com osso
1 cebola média bem picada
4 dentes de alho amassados
1 colher de sopa rasa de orégano
1 colher de chá de gengibre em pó
1 colher de chá de semente de mostarda
Pedacinhos de pimentão vermelho cozido
Suco de 1 limão
2 colheres de sopa de vinagre de mel
50 ml de vinho branco seco
3 colheres de tomatinhos cereja
2 colheres de sopa de azeitonas verdes fatiadas
Sal a gosto
Azeite extra virgem a gosto


Fazendo


Coloque a paleta em uma travessa e reserve. Prepare os ingredientes que você vai usar, da seguinte maneira: Em um bowl, coloque a cebola cortada em pedaços pequenos; quando amassar o alho para tirar a casca corte-o em pedaços pequenos (não muito) e junte com a cebola; o mesmo você fará com demais ingredientes. Misture bem fazendo um molho bem homogêneo.
Utilize um saco plástico para cozinha e coloque a paleta dentro. Despeje todos os ingredientes em seu interior, feche bem o saco e misture-os bem à paleta. Coloque-o na travessa e deixe marinando por umas 8 horas. Como vê, o ideal é deixar da noite para o dia, para apurar bem o tempero à carne.
Aqueça o forno a uma temperatura de 180ºC (fogo baixo). Regue com azeite uma travessa refratária e coloque a paleta. Despeje um pouco do molho e cubra-a com uma folha de alumínio. Guarde po restante do molho. Você vai precisar. Deixe assando por aproximadamente uma hora e meia. Retire o alumínio e regue a paleta com restante do molho. Deixe dourar por 30 minutos. Finalize com uma frigideirada de tomatinhos cereja no azeite e azeitonas verdes fatiadas.

As batatas, como eu disse anteriormente, podem ser feitas duas maneiras – fritas ou assadas. O importante é que as duas maneiras são excelentes para acompanhar a paleta, dispensando até, o acompanhamento de arroz.

Ingredientes

4 batatas médias (cortadas em fatias ou cubinhos)
1 colher de sopa de manteiga (com ou sem sal)
1 colher de sopa de orégano ou salsinha picada
Sal a gosto
Obs.: Se for fritar, use óleo de milho, fica melhor do que o de soja (que aliás, foi banido da cozinha aqui de casa, alguns anos).

Fazendo

Enquanto a paleta está dourando, descasque as batatas e coloque-as para cozinhar em água quente; adicione um pouquinho de sal. Quando ela estiver um pouco macia (al dente), escorra a água e reserve. Em uma frigideira (pequena) de borda alta coloque uma quantidade generosa de óleo (cerca de 3 dedos) e deixe aquecer bem (dica: coloque um dente de alho, com casca, para não “queimar” o óleo); frite aos poucos a batata e deixe-as secando em papel toalha. Ao fritar todas as batatas, salpique a salsinha sobre elas.
No caso da batata, apenas cozida, derreta a manteiga em pequena frigideira, coloque a salsinha picada ou o orégano. Coloque as batatas junto com a paleta e derrame a manteiga sobre as batatas.

PERNIL DE CORDEIRO COM ABACAXI


PERNIL DE CORDEIRO COM ABACAXI 
Ingredientes

1 pernil de cordeiro (2 kg)
50 g de manteiga
6 cebolas médias
8 batatas cortadas em cruz
1 abacaxi cortado em pedaços generosos.

Marinada

½ maço de salsinha
½ cebola média
10 folhas de hortelã
3 dentes de alho em pasta
1 colher de sopa rasa de páprica doce em pó
1 colher de sopa rasa de orégano
300 ml de vinho branco seco
3 colheres de azeite
1 colher de sopa de sal

Fazendo

Marinada

Em um processador (ou liquidificador) bata todos os ingredientes.

Pernil

Faça pequenos orifícios no cordeiro, coloque-o em uma assadeira e regue-o com a marinada. Deixe marinando por 20 minutos, virando a peça após 10 minutos.
Aqueça o forno a uma temperatura de 180ºC.
Retire o pernil da marinada e reserve-a.
Com um pincel, unte o pernil com a manteiga.
Enrole o pernil em papel alumínio, coloque-o na assadeira e leve-o ao forno.
Deixe assando por 1 hora.
Retire o papel alumínio e regue-o com a marinada.
Acrescente as cebolas e as batatas, colocando-as ao redor do pernil. Termione de assar o pernil no grill por 30 minutos, regando-o a cada 15 minutos.
Retire o pernil, coloque-o em uma travessa e decore com as cebolas, as batatas e os pedaços de abacaxi. Em uma frigideira grelhe os pedaços de abacaxi e coloque-os juntos na travessa.
Finalize com um raminho de salsa.
Sirva imediatamente.

QUIBE FRITO RECHEADO COM MUSSARELA


QUIBE FRITO RECHEADO COM MUSSARELA

Ingredientes;
700 g de carne bovina moída
250 g de trigo para quibe
4 dentes de alho
1 cebola grande
1 xícara (chá) de folhas de hortelã
1 colher (sobremesa) de sal
5 colheres de sopa de azeite
3 colheres de molho shoyu
250 g de mussarela cortada em cubinhos bem pequenos
Azeite para regar os quibes no tabuleiro

Modo de preparo
Deixe o trigo de molho por 2 horas. Bata os ingredientes do tempero no liquidificador e misture com a carne. Esprema o trigo e misture com a carne temperada e divida a mistura em porções, separando com as mãos. Faça um buraco no quibe e coloque uns pedaços de mussarela. Molde bem cada quibe, deixe a mussarela bem escondida.
Coloque os quibes no tabuleiro, deve dar uns 14 ou 15, dependendo do tamanho que foram feitos. Regue com bastante azeite e leve ao forno médio, por 30 minutos. Deixe os primeiros 20 minutos coberto com papel alumínio, depois tire o papel e deixe corar a seu gosto, por 10 minutos ou mais.

QUIBE CRU


QUIBE CRU

Ingredientes;
1 kg de patinho bem limpo
1 ½ xícara de trigo fino
½ colher de café de pimenta síria
Folhas de manjericão/basílico a gosto
1 cebola média
6 pedras de gelo (deixa a carne mais pastosa, com uma liga melhor)
Sal e pimenta-do-reino
Hortelã, e rabanete em rodelas para acompanhar e decorar
Azeite extra virgem a gosto
Pão árabe
Moer a carne, acrescentando os cubos de gelo aos poucos. Reservar no congelador. Lavar bem o trigo e deixar de molho por 15 minutos. Escorrer e espremer com as mãos, para retirar toda a água. Em um processador ou liquidificador, processar a cebola, o manjericão, um pouco do trigo, pimenta síria, sal e pimenta-do-reino. Juntar a mistura acima com o restante do trigo e a carne moída. Acertar o tempero e servir com hortelã rabanete e azeite. Comer com pão árabe.

FRITO MISTO DE FRUTOS DO MAR AO ALIOLI


FRITO MISTO DE FRUTOS DO MAR AO ALIOLI
Ingredientes (para 6 pessoas)
400g camarões médios com casca
400g lulas grandes em anéis de 3cm
400g filés de peixe branco com pele (pargo, vermelho, tilápia, etc) em pedaços grandes
200g sardinhas inteiras já sem espinhas
1kg farinha de semolina
sal e pimenta do reino à gosto
500g legumes (berinjela, cenoura e abobrinhas) - opcional
Óleo vegetal para fritas (de preferências girassol, milho ou canola)

Para o alioli
3 dentes de alho (sem o gérmen)
3 gemas
¼ cc sal
200 ml azeite extra virgem
150 ml óleo de canola ou girassol
suco de 1 limão siciliano coado
1 cs água fervendo
pimenta a gosto

Modo de Preparo

Começe com o aioli: triture o alho até virar uma pasta (pode-se usar o espremedor) e coloque em um liquidificador. Junte as gemas e pulse para misturar. Tampe o copo do liquidificador comece a bater, comece a despejar o azeite gota a gota (pela abertura na tampa) até obter uma textura cremosa levemente cremosa. Passe a despejar o azeite em um fio constante sempre mexendo bem. A cada 50 ml de azeite ou óleo pare de despejar o azeite e despeje um pouco do suco de limão. Volte com o azeite e continue até terminar.

Lave e prepare os legumes: corte as abobrinhas em bastões de 1cm, cortando fora as sementes. Corte as cenouras em rodelas de 0,5 de espessura na diagonal. Corte as berinjelas ao meio no sentido do comprimento e, em seguida, em meias-luas de 0,5cm.

Em uma tigela grande, despeje a farinha de semolina e tempere-a com sal e pimenta do reino. Passe primeiro os legumes na farinha, sacudindo-os sobre uma peneira para retirar o excesso. Faça o mesmo com os frutos do mar, separadamente.

Esquente bem o óleo em uma panela (170-180ºC). Frite primeiro os legumes por cerca de 3 minutos e, em seguida, os frutos do mar por cerca de 2 min (dependendo do tamanho dos camarões e da grossura das lulas, pode ser um pouco mais). O objetivo é que fiquem bem crocante por fora, mas ainda suculentos por dentro.

Escorra-os em uma assadeira forrada com papel toalha e, se necessário, polvilhe com mais sal logo que sair do óleo. Sirva com o alioli.

EGGS BENEDICT



EGGS BENEDICT

Ingredientes (para 2 pessoas)
4 ovos
4 fatias do pão de sua preferência
4 fatias grossas de lombinho canadense ou salmão defumado
Manteiga
Molho holandês
Sal e pimenta do reino

Molho holandês
2 gemas
1 colher de sopa de água
2 colheres de chá de suco de limão siciliano
Sal e pimenta do reino
165 g manteiga gelada cortada em cubinhos

Modo de Preparo

Para fazer o molho, coloque em uma tigela de inox ou vidro, as gemas e água. Coloque esta tigela sobre uma panela de água quase fervendo, sem que o fundo da tigela encoste na água. Bata com um batedor de arame constantemente, até que comece a engrossar. Quando começar a engrossar, adicione o suco de limão e misture.

Adicione então alguns cubinhos de manteiga, sempre batendo, até que que a manteiga se incorpore nas gemas. Junte então mais alguns cubinhos e continue batendo. Sempre que os cubinhos já tiverem se incorporado ao molho, coloque mais um pouco de manteiga, até que toda ela tenha sido adicionada. O molho deverá ter uma textura semelhante à maionese, mas um pouco mais leve e líquido. Retire do fogo e deixe em temperatura ambiente, coberto com um filme, enquanto se prepara os ovos. Se não for usar na mesma hora, guarde na geladeira por no máximo um dia e para esquentá-lo, bata novamente sobre banho-maria.

Ovos poché são uma receita traiçoeira, mas o mais importante é que os ovos estejam bem frescos. Verifique a data antes de comprá-los e escolha os mais frescos do mercado. Coloque uma panela de água com um pouco de vinagre para ferver (cerca de uma colher de sopa para cada litro de água). Diminua o fogo para que a água apenas borbulhe levemente. Quebre o ovo em um potinho e deixe-o cair delicadamente sobre a água. Não mexa no ovo ou na água enquanto o ovo cozinha.

Pode-se fazer vários ovos em uma mesma panela, mas espere que um comece a solidificar antes de colocar o próximo e derrame-o a uma distância do outro, para que eles não grudem um no outro. Um ovo poché cozinha em aproximadamente 3 minutos e a gema deve permanecer mole. Retire os ovos com uma escumadeira e escorra-os sobre papel toalha. Corte as aparas do ovo para que sua forma fique mais bonita.

Torre as fatias de pão na torradeira e espalhe um pouco de manteiga sobre ele. Doure o lombinho em uma frigideira e coloque-o sobre o pão. Se usar salmão defumado, não é necessário dourar. Sobre o lombinho coloque o ovo e regue com uma porção bem generosa de molho holandês. Salpique com um pouco de pimenta do reino e sirva.

CARPACCIO DE RÚCULA


CARPACCIO DE RÚCULA
Fazer carpaccio não é apenas abrir uma caixinha de carpaccio congelado botar no prato e temperar. De tanto sucesso que já fez essa receita, ela acabou banalizada, mas quando feita em casa e com carne de qualidade, ela fica tão melhor que nem pode ser comparada com o que estamos acostumados. Primeiro, a carne não é tão fina, e realmente dá para sentir gosto e textura de carne. Também é importante o fato de que a carne não foi congelada completamente e que ela foi para o freezer inteira. Congelar a carne já fatiada, potencializa que ela perca mais água e permite que ela “queime”com o frio, perdendo sabor e textura.

Aqui vai uma sugestão de tempero para variar um pouco do tradicional “alcaparra e queijo ralado” que nem se usa na Itália, onde a tradição manda que se use um molho a base de maionese. São pequenos detalhes, mas que fazem muita diferença.
Carpaccio com Rúcula, Avelãs e Balsâmico

Ingredientes (para 4 pessoas)
600g contra filet, filet mignon ou lagarto redondo
1 molho de rúcula
25 g avelãs
25 g queijo pecorino ou grana padano
20 ml balsâmico envelhecido ou redução de balsâmico
azeite extra virgem
sal e pimenta do reino
torradas de pão italiano

Modo de Preparo
A carne do carpaccio deve estar limpa de qualquer nervo ou gordura externa. O filet mignon não possui esta gordura, basta retirar aquela capa esbranquiçada que cobre parte de um de seus lados. O contra-filet e o lagarto possuem uma capa de gordura de um dos lados, que deve ser retirada para fazer o carpaccio.

Após limpar a carne envolva-a firmemente em papel filme e leve-a ao congelador por pelo menos 2 horas. Isso faz com que seja mais fácil fatiá-lo finamente.

Enquanto isto toste as avelãs no forno a 180º por cerca de 20 minutos. Retire-as do forno, coloque-as dentro de um pano de prato e esfregue com as mãos para retirar a pele. Depois de frias, pique-as grosseiramente.

Se você usar um balsâmico envelhecido, ele costuma já ter uma textura mais espessa que o normal e basta usá-lo para regar o carpaccio. Se for fazer uma redução, coloque o 250ml balsâmico em uma panela com uma colher rasa de açúcar e deixe ferver até que reduza a cerca de ¼ do volume original. Deixe esfriar e se ficar espesso demais depois de frio, dilua com um pouco de água. A textura deve ser de uma calda rala.

Remova o filme e, usando uma faca bem afiada ou uma faca de pão, corte a carne em fatias de cerca de 2mm.

Cubra os pratos com as fatias de carpaccio e espalhe por cima a rúcula, as avelãs, o queijo, e regue tudo com azeite, o balsâmico ou redução, sal e pimenta do reino.

Dicas
Se você não estiver tão familiarizado com os cortes de carne, peça para seu açouueiro limpá-la e retirar toda a gordura. ele terá todo o prazer em realizar esta tarefa para você.

Certamente você não terá um cortador de frios em casa. Portanto, a melhor faca para se cortar um carpaccio é uma faca de serra para pão, com lâmina longa e serrilhado que não seja tão alto, para danificar menos a carne. Além de pão, este tipo de faca é bem útil em inúmeras tarefas, como cortar frios e queijos. É uma ótima aquisição para sua cozinha.

Como trata-se de carne crua, sempre escolha uma de boa procedência e, de preferência, maturada. Depois de abrir a embalagem, seque-a bem com papel toalha antes de enrolá-la em filme plástico.

TAJINE DE CORDEIRO ESPECIAL


TAJINE DE CORDEIRO ESPECIAL
Tajine, o prato nacional do Marrocos, é na verdade o nome da panela em que é feito. Uma panela de barro rasa com tampa cônica que com seu peso, atua quase como uma panela de pressão. Quando se anda pelas ruas do Marrocos, ela é uma presença constante, seja na porta das pequenas “birosquinhas” que servem a deliciosa comida local ou nas também constantes lojinhas de produtos locais.

Mesmo lá, muitas donas de casa já as abandonaram e passaram a usar panelas comuns de inox ou alumínio, mas uma boa panela, seja ela uma tajine ou não, faz toda a diferença. Praticamente esqueça a comida lá, volte horas depois, abra a tampa e sinta o maravilhoso aroma de especiarias. As receitas são sempre fáceis, basta equilíbrio no tempero e paciência, depois é só aproveitar.

Se você não tem uma panela dessas, não é problema, o importante é usar uma panela pesada, de material que retenha bem o calor, como barro, pedra sabão ou ferro fundido, e que também tampe bem.

Aqui vai uma versão de cordeiro, com todo o toque de especiarias e a sempre presente doçura da comida marroquina.

RECEITA;
Tajine de Cordeiro

Ingredientes(para 4 a 6 pessoas)
2 kg paleta de cordeiro
3 c.sopa óleo de girassol
25 g gengibre fresco ralado
1 c.sopa páprica picante
2 c.chá cominho moído
2 c.chá canela em pó
1 c.chá orégano seco
1 c.chá tomilho seco
1 flor de anis estrelado
1 cebola picada
3 dentes de alho picados
200 g ameixas secas sem caroço picadas
50 g passas brancas
2 c.sopa mel
sal e pimenta do reino

Modo de Preparo

Desosse a paleta e corte-a em cubos de 2,5 cm.

Aqueça o óleo na tajine ou em uma panela bem pesada, de ferro, barro ou pedra, e doure os cubos de carne.

Coloque todos os outros ingredientes. Tempere com um pouco de sal e pimenta e junte água o suficiente para cobrir, sem sobrar, a carne. Tampe e leve ao fogo.

Assim que ferver abaixe o fogo ao mínimo e deixe cozinhar lentamente por cerca de duas horas e meia. Neste ponto a carne deve estar bem macia e o molho bem reduzido.

Se o molho reduzir demais é só acrescentar um pouco de água, se estiver aguado, deixe cozinhar mais com a panela destampada até estar na textura desejada. Corrija o tempero e sirva.

Dicas

No Marrocos a tagine já é um prato por si só, sem acompanhamento. O couscous costuma ser outro prato, separado, mas como não estamos lá e sabemos que fica bem gostoso, uma boa idéia é fazer um couscous simples para acompanhar este prato.

Guarde os ossos da paleta e use os para fazer um caldo rápido para o couscous. Enquanto a tajine é feita, ferva os ossos em água com um pouco de cenoura, cebola e alguns talos de salsa. Peneire e use o caldo para fazer o couscous.

Este prato pode ser feito na panela de pressão em bem menos tempo. Todavia, a textura da carne pode ser prejudicada e ficar um pouco mais ressecada que quando feita lentamente em uma panela comum ou tajine.

Se usar uma panela comum que não seja tão pesada, o prato demorará menos para ser feito, pois estas panelas aquecem mais rápido que as de barro ou de ferro.

Este prato é rico, denso e expressivo. Uma boa ideia para equilibrá-lo é servir junto com uma saladinha fresca de tomates e aipo, semelhante ao nosso vinagrete. A refrescância dos ingredientes frescos balanceia muito bem toda a força do cordeiro.

TAJINE MARROQUINO DE CORDEIRO



TAJINE MARROQUINO DE CORDEIRO
Se você é uma pessoa que gosta de comidas exóticas, agridoces e com os incríveis sabores do mediterrâneo, essa receita é indispensável! Você tem que experimentar. Não exige quase nenhum trabalho, somente, um bom tempo de cozimento.

Quando fui a Marrocos, esse foi um dos pratos típicos do local que mais me encantou. A Tajine é uma panela típica da tradição culinária marroquina e, dentro dela, são cozidos ingredientes variados em cima de brasas. É servida no chão, posicionada no centro de um grupo de pessoas onde todos comem do mesmo prato. Com a tajine serve-se sempre o couscous marroquino. Este é um acompanhamento presente na maioria das refeições e combina perfeitamente com o cordeiro. As especiarias e temperos dessa receita dão o toque especial e exótico ao prato e tenho certeza que irá encantar você do mesmo modo que a mim.

INGREDIENTES.
1 paleta de cordeiro (remova o máximo que puder da capa de gordura e corte a carne em cubos médios)
4 cebolas grandes fatiadas em meia lua
1 pimenta dedo-de-moça picada
1 colher (chá) de cúrcuma (açafrão-da-terra)
1 colher (chá) de gengibre em pó
1 colher (chá) de canela em pó
1 colher (chá) de chilli em pó
1 pitada de sal
2 colheres de mel
1 punhado de tâmaras
1 punhado de damascos
1 punhado de amêndoas douradas e crocantes
Hortelã picada
Em uma panela grande refogue as cebolas até dourarem. Acrescente a pimenta picada e a carne em cubos. Adicione as especiarias em pó e misture bem, deixando a carne adquirir um pouco de cor. Em seguida, acrescente água quente até cobrir a carne, tampe e deixe em fogo brando por 1h e meia. Após esse tempo, sua carne já estará bem macia e é hora de acrescentar o sal, não acrescente antes, pois ele pode endurecê-la. Junte as frutas secas e o mel e deixe em fogo brando por mais 30 min. Durante esse tempo as frutas secas irão absorver o sabor da carne e reidratar enriquecendo o molho com o seu sabor. Uma vez pronto, transfira tudo para dentro de sua tajine, dê uma leve chuva de amêndoas douradas e um pouco de hortelã picada por cima. Experimente essa tajine de cordeiro e terá uma pequena ideia das delicias típicas marroquinas sendo esta feita em sua casa para você e os seus.

TAGINE DE CORDEIRO COM BATATAS


TAGINE DE CORDEIRO COM BATATAS

Esta é uma receita tradicional de Marrocos.

É possivelmente o prato mais confeccionado pelas famílias marroquinas.

Tempo de preparação: 15 minutos
Tempo de cozimento: 3 horas e 30 minutos
Tempo total: 3 horas e 45 minutos
Rendimento: 4 porções

Os marroquinos cozinham as batatas diretamente dentro do tagine.
Pão marroquino é tradicionalmente usado como um utensílio para comer em vez de uma colher ou garfo.

Ingredientes da receita


Ingredientes;

1.2 kg de carne de cordeiro ou cabrito
700gr de batatas, descascadas e cortadas
1/3 xícara de azeite
1 cebola grande, cortada
3 dentes de alho finamente picados
2 colheres de chá de sal, ou a gosto
1 colher de chá de gengibre em pó
1 colher de chá de açafrão em pó
1/2 colher de chá de pimenta em pó
pequeno punhado de salsa e coentros
punhado grande de azeitonas verdes ou vermelhas
1/2 ou 1 limão em conserva
Preparação com Tagine de Cerâmica


Tagine de Cerâmica de Marrocos

Deite o azeite para a base da tagine; organizar as fatias de cebola em toda a parte inferior e distribuir o alho em cima.

Adicione as fatias de batata todas alinhadas e coloque a carne em cima das batatas no centro.

Polvilhe as especiarias mais uniformemente possível sobre a carne e batatas.

Adicione a salsa, as azeitonas, o limão em conserva, e cerca de 1/2 ou 1 xícara de água.

Cubra a tagine e coloque em fogo médio-baixo para permitir que a tagine comece a aquecer. Isso pode levar algum tempo por isso seja paciente, ou use brasas envolta sobre uma base de tijolos,repondo seguidamente,mas moderado na quantidade de carvão.




Preparação de tajine marroquina

Uma vez que a tagine fique muito quente e já haja vapor, reduzir o lume para uma temperatura mais baixa necessária para manter a ferver, e cozinhar por 3 a 4 horas, ou até que a carne fique muito macia e possa ser quebrada com os dedos.

Pode acrescentar água se esta evaporar muito rapidamente.

TAJINE MARROQUINO


TAJINE MARROQUINO
A tajine é um prato típico de Marrocos. Basicamente é o nome da panela, feita de barro cozido envernizado, sendo que também pode ser pintado.

Como é uma panela que resiste a altas temperaturas, serve para cozinhar directamente, até porque também a sua tampa, em forma de cone, faz com que o vapor não saia e volte para o fundo da panela.

A base é depois levada para a mesa para servir o cozinhado. Os pratos confeccionados nas tajines são feitos a baixas temperaturas, conseguindo com que as carnes fiquem mais macias e tenras.
Receita de Tajine de Vaca


Ingredientes da receita
Azeite
500g de vaca sem gorduras
1 cebola grande
2 dentes de alho
Tomate em pedaços
Corações de alcachofra
½ beringela
1 limão
Canela, cominhos, cravinho, caril, coentros
Sal e pimenta

Modo de preparação da receita

Esta tajine de vaca leva inúmeras especiarias. Primeiro de tudo tem de cortar a carne aos cubos. Na tajine coloque azeite, leve ao lume, e deixe alourar todos os lados dos cubos de carne. Adicione depois a cebola, cortada aos pedacinhos, os alhos esmagados, o tomate e a beringela também aos cubos.

Tempere tudo com sal, pimenta, canela, cravinho e caril. Regue toda a mistura com água a ferver e deixe cozinhar em lume branco, até a carne se apresentar macia.

Só aí é que deve juntar os corações de alcachofra e cortar rodelas de limão para colocar em cima do cozinhado. No final, pode colocar coentros e servir esta tajine com cuscuz, se desejar

BOLINHO DE SARDINHA COZIDO MARROQUINO



BOLINHO DE SARDINHA COZIDO MARROQUINO
Esta receita marroquina é fácil de fazer e fica deliciosa. São bolinhos feitos com sardinhas frescas e muito tempero, que cozinham num molho de tomates. Acompanhe com arroz ou, melhor, cuscuz marroquino. As quantidades abaixo são para 4 pessoas.
OS BOLINHOS

Corte a cabeça, o rabo, e limpe bem 500 a 600g de sardinhas frescas. As vezes você encontra elas já abertas e sem cabeça, facilita. Coloque numa saladeira. Adicione 2 colheres de sopa de alho triturado, 1 colher de sopa de paprika doce, 1 colher de sopa de cominho, uma colher de chá de pimenta preta, uma boa pitada de sal, e o suco de um meio limão. Triture com um pilão até formar uma massa. Forme bolinhos pegando um punhado da mistura e pressionando com a mão. Aquece um fundo de óleo em uma panela, e frite rapidamente os bolinhos, 3 ou 4 minutos de cada lado, apenas para eles não se desmanchar depois. Reserve.


O MOLHO

Bate 5 ou 6 tomates cortados em cubos, uma cebola descascada e cortada grossa, e uma colher de sopa de salsa picada (ou mais se preferir) no liquidificador. Coloque a mistura numa panela, com uma xícara de água e uma pitada de sal. Deixe ferver com panela tampada por 15 minutos, coloque mais um pouco de água se ficou pouco molho, e coloque no molho os bolinhos. Não mexe mais, para evitar que eles quebrem. Apenas vire eles uma vez no meio do cozimento para que eles cozinhem por igual. Cozinhe por 5 a 10 minutos com a panela semi tampada.

BOLINHOS DE SARDINHA



BOLINHOS DE SARDINHA
Ingredientes
3 sardinhas bem frescas cortadas em filés (pode-se substituir por carapaus, ou qualquer outro peixe,sem os espinhos)
1 colher de sopa de sake
1 colher de sopa de mirin
1/2 colher de sopa de fécula (milho ou batata)
1/2 colher (sopa) de cebolinha picada
1 colher (chá) de gengibre ralado
1/2 ovo inteiro (gema e clara) batido
1/2 colher de chá de sal
1/2 xícara de chá de legumes, a escolher (cebolinha, cenoura crua, vagem etc), picados cortados fininhos em palitinhos

Coloque todos os ingredientes, bem frios, no liquidificador ou processador de alimentos (menos os legumes cortados em palitinhos) até formar uma massa. Misture os legumes crus com a espátula de borracha e frite essa massa a colheradas em óleo quente (170 ºC) até ficarem dourados. Retire-os do óleo quente e ponha-os sobre papel-toalha. Sirva com molho.

Molho
2 colheres de sopa de shoyu, sake e açúcar (de cada)
Misture bem, leve ao fogo até derreter o açúcar e coloque sobre os bolinhos de peixe fritos.

WARKA ROLINHOS MARROQUINOS



WARKA
Você sabe o que é a warka, também conhecida como brick pastry? Trata-se de uma finíssima massa marroquina que tem espessura parecida com a de um papel e é muito semelhante à massa filo. Com isso, é possível preparar deliciosos charutos e rolinhos recheados dos mais variados sabores
Para fazer a warka,
Ingredientes:
Farinha
Sal
Óleo vegetal
Água frita
Você também vai precisar de um pincel culinário

Modo de preparo:
Em um recipiente, coloque farinha, sal, óleo e vá mexendo, acrescentando a água fria aos poucos. A massa ficará bem líquida. Coloque uma frigideira em banho-maria e pincele a massa quando a superfície estiver quente. Entre 1 e 2 minutos a massa ficará pronta.

Charutinho de goiaba: anote a receita doce que é uma delícia

Para fazer os charutinhos doce:
Ingredientes:
Nozes
Amêndoas
1 copo de água
Açúcar refinado
1 pitada de canela
Raspas de limão siciliano
1 ovo (separe a gema da clara)
Óleo de girassol (ou amendoim)
Glacê de limão
1 pitada de açafrão (deixe na água quente por 45 minutos)

Modo de preparo:
Em uma panela, coloque as nozes, amêndoas, água e canela. Misture tudo enquanto o açúcar derrete, por cerca de 2 a 3 minutos. Depois de esfriar, acrescente a gema de 1 ovo e misture. Corte quadrados de massa, coloque o recheio e enrole com muito cuidado. Sele a ponta do rolinho com a clara do ovo e frite em óleo bem quente.
Para servir com glacê de limão com raspas de limão
Para o glacê:
Ingredientes:
1 xícara (chá) de açúcar confeiteiro
2 colheres (sopa) de suco de limão siciliano peneirado

Modo de preparo:
Em uma tigela, coloque o açúcar de confeiteiro, passando por uma peneira para ficar bem soltinho. Misture o suco de limão rapidamente e espalhe sobre o bolo. Depois de um tempo, o glacê endurece.
passe o glacê sobre os rolinhos fritos e enfeite com raspas de limão siciliano ou pistilos de açafrão que foram deixados em água quente por 45min(versão mais cara)e deixe endurecer.  

13 de jan de 2014

PETIT GATEAU CE CHOCOLATE COM FRUTAS VERMELHAS


PETIT GATEAU CE CHOCOLATE COM FRUTAS VERMELHAS
Ingredientes

Massa:
200 gramas de chocolate meio amargo
200 gramas de manteiga sem sal
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de farinha de trigo
5 ovos inteiros
5 gemas
1 colher (chá) de essência de baunilha

Para Untar:
1 colher (sopa) de chocolate em pó
2 colheres (sopa) de farinha de rosca

Calda:
300 gramas de frutas vermelhas congeladas ou frescas (amora, mirtilo, morango)
1 xícara (chá) de açúcar
Suco de ½ limão tahiti


Modo de preparo


Para a calda, coloque em uma panela todos os ingredientes e cozinhe em fogo moderado até que encorpe. Reserve na geladeira.

Para a massa, derreta o chocolate com a manteiga no micro-ondas ou em banho-maria. Bata os ovos e as gemas com açúcar com o auxílio de um fouet em uma vasilha. Junte o chocolate derretido aos poucos e misture bem. Acrescente a farinha e a baunilha, batendo sem parar. Em seguida, distribua nas forminhas untadas e enfarinhadas e leve ao forno quente (200ºC) por aproximasamente 8 a 12 minutos. Sirva imediatamente, acompanhado pela calda e uma bola de sorvete.

PENNE COM ISCAS DE CARNE


PENNE COM ISCAS DE CARNE
Ingredientes
½ quilo de penne cozido al dente
salsa picada a gosto

Para o Molho:
3 colheres (sopa) de azeite
3 dentes de alho inteiros
4 tomates picados e sem sementes
1 lata de molho de tomate
1 cebola em pétalas
1 pitada de bicarbonato de sódio
1 colher (café) de páprica picante

Outros Ingredientes:
250 gramas de bife em tiras
sal e pimenta do reino a gosto
½ xícara (chá) de farinha de trigo
óleo para fritar

Modo de preparo

Tempere a carne com sal e pimenta. Passe na farinha de trigo e frite em óleo quente. Quando estiver dourada, retire e deixe escorrer no papel toalha. Reserve.

Para o molho, aqueça o azeite e doure o alho. Coloque os tomates e cozinhe por aproximadamente 10 minutos em fogo médio, coloque o restante dos ingredientes misture e adicione o penne cozido. Transfira para um refratário e disponha as tiras de carne sobre a massa e sirva.

PUDIM COM GELEIA DE MORANGOS


PUDIM COM GELEIA DE MORANGOS
Ingredientes

Pudim:
3 xícaras (chá) de leite em pó desnatado
3 colheres (sopa) de adoçante em pó
3 xícaras (chá) de água
5 ovos
raspas de laranja ou essência de baunilha a gosto (opcional)

Geleia:
2 caixinhas de morangos frescos
2 colheres (sopa) de adoçante de uso culinário
Suco de ½ limão

Modo de preparo

Para a geleia coloque todos os ingredientes em uma panela e cozinhe em fogo moderado até espessar; isso leva 20 minutos aproximadamente. Desligue a panela e reserve.

Para o pudim; bata todos os ingredientes no liquidificador por aproximadamente 2 minutos e passe para uma assadeira redonda de 20 cm com furo no meio untada com margarina. Cubra com papel alumínio e asse em banho-maria no forno médio (180ºC) por aproximadamente 1 hora e meia ou até estar completamente assado. Tire o pudim, espere amornar, desenforme e sirva com a geleia em cima.

LOMBO À MODA ORIENTAL



LOMBO À MODA ORIENTAL
Ingredientes

½ quilo de lombo em cubos
sal e pimenta do reino a gosto
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de óleo (amendoim ou gergelim)
3 pimentões pequenos em cubos (amarelo, vermelho e verde)
1 cebola em pétalas
½ xícara (chá) de shoyu
½ cálice de saquê
½ xícara (chá) de castanha de caju torrada
¼ xícara (chá) de água

Modo de preparo

Coloque a carne em um bowl e tempere com sal, pimenta e misture. Coloque 1 colher sopa de farinha e misture bem. Frite em uma panela com o óleo de sua preferência e acrescente os pimentões, a cebola, o óleo de gergelim e refogue por mais alguns minutos. Em um recipiente a parte, misture o shoyo, o saque, a água e a outra colher de farinha de trigo. Derrame sobre a mistura na panela e mexa até tudo incorporar. Salpique as castanhas de caju por cima do prato e sirva a seguir.

CARNE ASSADA COM CERVEJA PRETA



CARNE ASSADA COM CERVEJA PRETA
Ingredientes

3 colheres (sopa) de óleo ou azeite de oliva
1 peça de maminha bovina (+/- 1,2kg )
1 lata pequena de extrato de tomate
1 envelope de sopa de cebola
2 cubos de caldo sabor costela
10 dentes de alho descascados
2 latas ou garrafinhas de cerveja preta

Para os Legumes:
1 fio de azeite de oliva
1 colher (sopa) de manteiga
1 galho de alecrim picado
1 colher (sopa) de gergelim branco
2 cenouras em rodelas pré-cozidas al dente
10 mini batatas pré-cozidas al dente
½ maço de brócolis em floretes pré-cozidos al dente
sal a gosto

Modo de preparo

Doure a carne de todos os lados no óleo. Acrescente os dentes de alho, os cubos de caldo de costela, extrato de tomate, a sopa de cebola e as cervejas pretas por cima. Tampe a panela e deixe cozinhar por aproximadamente 45 minutos. Assim que a carne estiver quase pronta, bordeie com os legumes.

Para os legumes, aqueça um fio de azeite com a manteiga. Acrescente os legumes e os temperos, acerte o sal e finalize com os legumes em volta da carne. Sirva com arroz branco, a carne fatiada e os legumes.

SOBRECOXAS À MINEIRA



SOBRECOXAS À MINEIRA
Ingredientes

6 sobrecoxas com osso (metade sem a pele)
azeite de oliva e sal a gosto

Para o Tempero:
1 tomate picado
1 pedaço de gengibre descascado
2 ramos de tomilho fresco
3 dentes de alho com casca
1 cebola com casca
1 cubo de caldo de galinha
½ copo de cachaça
suco de 1 limão
½ colher (café) de pimenta calabresa seca
1 colher (sopa) de sal
água (se necessário para ajudar a bater)

Outros Ingredientes:
4 tomates picados
1 lata de milho
1 xícara (chá) de cheiro-verde picado

Para o Acompanhamento:
½ quilo de mandioca
óleo para fritar

Modo de preparo

Para o tempero, bata tudo no liquidificador e reserve. Em uma panela, frite as sobrecoxas em óleo quente de todos os lados. Em seguida, coloque o tempero que reservou, os tomates, o restante dos ingredientes e cozinhe em fogo lento até que a carne ficou macia.

Para o acompanhamento, cozinhe as mandiocas já descascadas e lavadas na água até que fiquem macias. Em seguida, seque muito bem e frite em óleo quente até dourar bem. Sirva com o frango.

PERNIL DE FESTA


PERNIL DE FESTA
Ingredientes

1 pernil suíno (10kg)

Para o Recheio:
15 dentes de alho descascados
15 azeitonas sem caroço
300 gramas de bacon em cubos
2 linguiças em rodelas
6 folhas de louro

Para o Tempero/Vinagrete:
2 pimentões verdes picados
2 pimentões amarelos picados
2 cenouras picadas
2 maços de cheiro verde picados
4 cebolas roxas picadas
10 dentes de alho esmagados
1 xícara (chá) de vinagre de maçã
2 pimentas dedo de moça picadas com semente
3 tomates picados
½ xícara (chá) de óleo de milho (item retificado)
1 garrafa de vinho branco seco
½ xícara (chá) de sal
Modo de preparo

Disponha o pernil em uma assadeira e faça diversos furos com uma faca. Dentro de cada furo, preencha com os ingredientes do recheio.

Para o tempero/vinagrete, coloque todos os ingredientes em uma vasilha, misture e cubra o pernil. Deixe tomar gosto de véspera. Cubra com papel alumínio e leve ao forno bem quente (200º) por aproximadamente 6 horas. Tire o papel alumínio e mantenha por mais cerca de 1 hora ou até que fique bem dourado. Fatie e sirva.

FRANGO COM CREME DE AIPIM


FRANGO COM CREME DE AIPIM
Ingredientes

5 coxas com sobrecoxas
3 colheres (sopa) de manteiga
4 tomates picados
1 maço de folhas de coentro

Para o Tempero:
suco de 2 limões caipiras
1 colher (sopa) de sal
½ xícara (chá) de óleo
1 colher (café) de colorau
1 folha de louro
pimenta do reino a gosto

Para o Creme de aipim:
½ quilo de aipim
água para cozinhar a aipim
1 caixinha de creme de leite uht (200ml)
sal a gosto
1 pimenta dedo de moça picada

Modo de preparo

Para o tempero do frango, em uma vasilha, coloque os frangos e tempere com o suco dos 2 limões coados e o restante dos ingredientes. Reserve na geladeira por aproximadamente 3 horas para tomar gosto. Em uma frigideira, derreta a manteiga e aqueça o óleo. Deixa-a bem quente e doure os pedaços de frango, deixando-os bem crocantes. Leve ao forno por aproximadamente 40 minutos a 180ºC para assá-los.

Para o creme de aipim, cozinhe a aipim até ficar macia e bata no liquidificador com o creme de leite. Em um refratário untado com manteiga, coloque o creme e disponha os frangos assados. Cubra com tomate, pimenta dedo de moça e coentro e leve ao forno por cerca de 5 minutos a 180ºC. Retire do forno e sirva.

CUCA DE PÊSSEGOS





CUCA DE PÊSSEGOS
Ingredientes

9 pêssegos de lata sem calda

Para a Massa:
2 cubos de fermento biológico fresco
½ xícara (chá) de açúcar
6 gemas
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de água
1 envelope de refresco sabor pêssego
100 gramas de manteiga sem sal amolecida
4 xícaras (chá) de farinha de trigo

Para a Cobertura:
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de farinha de trigo
100 gramas de manteiga sem sal e em cubos

Modo de preparo

Para a massa, dissolva o açúcar no fermento. Coloque as gemas, o leite, a manteiga, o refresco e misture. Acrescente aos poucos a farinha e vá misturando sem parar até que fique uma massa homogênea e com textura bem macia, do tipo que não se consegue pegar com as mãos. Deixe esta massa fermentar por aproximadamente 1 hora ou até dobrar de volume em uma vasilha. Em seguida, sove a massa com uma colher e transfira para uma assadeira forrada com papel manteiga ou untada e enfarinhada. Disponha os pêssegos por cima, salpique a cobertura em cima e deixe fermentar por mais aproximadamente 30 minutos. Leve ao forno quente (180º) por aproximadamente 45 minutos ou até que fique bem dourado.

Para a cobertura, misture todos os ingredientes até virar uma farofa. Retire do forno e deixe amornar. Sirva com calda de amoras.

RISOTO DE CAMARÃO ESPECIAL


RISOTO DE CAMARÃO ESPECIAL
Ingredientes

50 gramas de manteiga sem sal
1 talo de salsão fatiado
1 cebola picada
2 xícaras (chá) de arroz arbóreo
1 cálice de vinho branco seco
1 envelope de tempero em pó para peixe
7 xícaras (chá) de água em ebulição (aproximadamente)
1 colher (sopa) de manteiga
50 gramas de queijo parmesão ralado (item retificado)
sal, azeite e pimenta do reino a gosto

Outros Ingredientes:
azeite, sal e pimenta do reino a gosto
½ cálice de vodca para flambar
4 dentes de alho fatiados
½ quilo de camarão cinza limpo ou camarão rosa limpo

Modo de preparo

Em uma panela, refogue no azeite e na manteiga, o salsão e a cebola por cerca de 5 minutos. Acrescente o arroz, o tempero em pó para peixe, o vinho e deixe evaporar. Aos poucos vá acrescentando a água quente sempre mexendo para os grãos liberarem bastante amido. Tempere os camarões com alho, sal e pimenta do reino. Doure rapidamente os camarões em uma frigideira, adicione a vodca e flambe. Coloque os camarões na panela do risoto quando este já estiver no ponto, misture e sirva decorado com cerejas frescas.

ARROZ CREMOSOS DE BACALHAU



ARROZ CREMOSOS DE BACALHAU
Ingredientes
Arroz refogado:
½ xícara (chá) de azeite
6 dentes alho fatiados
2 xícaras (chá) de pimentões em cubos pequenos (vermelho, verde e amarelo)
1 pimenta dedo de moça picadinha
1 kg de bacalhau desfiado, dessalgado e escaldado
3 xícaras (chá) de arroz crú
6 xícaras (chá) de água

Outros ingredientes:
1 caixinha creme de leite (200ml)
½ xícara (chá) de azeitonas pretas picadas
½ xícara (chá) de salsa picada

Batata Palha:
4 batatas com casca e bem lavadas
Sal a gosto
Óleo para fritar

Modo de preparo

Comece pelas batatas palhas; para isso passe as batatas pelo ralador grosso, seque bem com um pano e frite em óleo quente. Escorra e mantenha em um prato com papel absorvente. Em uma panela doure o alho no azeite, coloque os pimentões, a pimenta, o bacalhau e refogue. Em seguida, coloque o arroz, misture, coloque a água e cozinhe em fogo moderado até que o arroz esteja bem cozido e macio. Em seguida transfira o arroz da panela para uma vasilha, coloque o creme de leite, as azeitonas, a salsa, misture e coloque em uma assadeira de bolo untada levemente com óleo. Aperte bem e desenforme em um prato. Guarneça ao redor com as batatas palhas.

LASANHA DE BATATA COM CHEDDAR




LASANHA DE BATATA COM CHEDDAR

Ingredientes
2 quilos de batatas em rodelas de 1 cm
1 tablete de caldo de legumes
1 colher (café) de sal
água para cozinhar

Para o Recheio:
400 gramas de bacon em cubinhos e torrados
300 gramas de presunto fatiado
300 gramas de mussarela ralada
300 gramas de catupiry

Para o Molho de Cheddar:
50 gramas de manteiga
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 litro de leite
sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto
400 gramas de cheddar cremoso

Modo de preparo

Para o molho de cheddar, derreta a manteiga em uma panela. Coloque a farinha e misture até dar uma leve torradinha. Acrescente o leite aos poucos e misture sem parar até que fique um creme liso. Então, acrescente o cheddar, misture e reserve. Cozinhe as batatas na água com o caldo de legumes até ficarem levemente macias. Em uma travessa, arrume no fundo metade das batatas, distribua os ingredientes do recheio, cubra com o restante das batatas, regue com mais molho, salpique o parmesão e leve ao forno moderado por aproximadamente 20 minutos. Sirva.

12 de jan de 2014

NHOQUE DE RICOTA E ESPINAFRE


NHOQUE DE RICOTA E ESPINAFRE
INGREDIENTES

Para 36 bolinhas com 2 cm de diâmetro. Sirva 6 bolinhas para cada pessoa como acompanhamento ou primeiro prato

Para os nhoques (gnocchi em italiano)
300 g de folhas de espinafre
100 g de ervas aromáticas frescas – só as folhas – manjericão, sálvia, tomilho
500 g de ricota fresca
2 ovos
35 g a 50 g de farinha de trigo
100 g de queijo parmesão ralado
1 / 2 colher de chá de sal
1 / 2 colher de chá de pimenta caiena

Para a água onde vão cozinhar
1 cebola
2 ou 3 galhos de manjericão
3 ou 4 galhos de tomilho
1 cenoura
3 litros de água
1 colher de chá de sal

Para o molho
18 folhas de sálvia
1 xícara de azeite extra virgem
ou 200 g de manteiga sem sal

MODO DE PREPARO
Coloque a ricota em uma peneira e deixe o soro escorrer por umas duas horas. Cozinhe por dez minutos em uma panela, atenção – sem água, as folhas de espinafre, manjericão e tomilho. A panela deve ser tampada. Abra a panela algumas vezes para mexer. Assim que as folhas murcharem retire-as da panela e coloque-as sobre uma peneira.

Pique as folhas bem batidinhas e coloque novamente na peneira. Aperte bem as folhas com a ajuda de uma colher até escorrer todo o suco.

Bata a ricota com os ovos, o sal e a pimenta caiena, quando desmanchar acrescente o espinafre com as ervas e a farinha de trigo aos poucos para obter uma massa macia e fácil de enrolar. Não acrescente mais sal que o queijo parmesão já é salgado o bastante para os nhoques ficarem com o sabor correto.

Faça bolinhas com dois centímetros de diâmetro enquanto prepara o caldo onde irão cozinhar.

Para o caldo, cozinhe na água a cenoura descascada e cortada em três pedaços, a cebola também descada e cortada em quatro partes, as ervas e o sal. Cozinhe no fogo baixo até as ervas murcharem e a cenoura estar cozida mas sem desmanchar. Passe o caldo por uma peneira e volte a panela onde os nhoques irão cozinhar no fogo baixo. Coloque cinco ou seis nhoques de cada vez no caldo, eles irão para o fundo. Assim que subirem até a superfície transfira-os delicadamente da panela para o prato em for servi-los.

Para preparar o molho aqueça o azeite com as folhas de sálvia, quando elas começarem a fritar desligue do fogo. Se quiser usar manteiga no lugar do azeite primeiro derreta a manteiga e só quando estiver quase líquida junte a salsa e esperar começar a ferver.

Na hora de servir distribua os nhoques em porções individuais com seis unidades em pratos fundos, molhe com o azeite com a sálvia e sirva.

ARROZ DE CARRETEIRO



ARROZ  DE CARRETEIRO
Ingredientes

150 grama(s) de charque
150 grama(s) de aparas de carne (fraldinha, maminha, alcatra, picanha) cortadas em tiras bem finas
4 colher(es) de sopa de óleo de milho
sal e pimenta-do-reino a gosto
2 dente(s) de alho picados
1 cebola pequena picada
350 grama(s) de arroz cateto branco
700 mililitro (ml) de caldo de carne
4 colher(es) de sopa de salsinha picada
2 colher(es) de sopa de cebolinha picada
6 ovos cozidos
3 linguiças de porco artesanais
Modo de preparo

Dessalgue e cozinhe o charque. Em uma panela de fundo grosso, salteie as aparas de carne no óleo até ficarem douradas. Tempere com sal e pimenta-do-reino.

Junte o charque cozido e desfiado, o alho e a cebola. Refogue um pouco mais e acrescente o arroz. Cubra com o caldo de carne, acerte o sal e cozinhe, com a panela tampada, até o arroz ficar macio (cerca de 20 minutos). Adicione a salsinha e a cebolinha e polvilhe com os ovos cozidos, amassados. Sirva com a linguiça grelhada à parte.

6 de jan de 2014

PENNE AO MOLHO DE ALECRIM COM ANCHOVAS E MUSSARELA DE BÚFALA


PENNE AO MOLHO DE ALECRIM COM ANCHOVAS E MUSSARELA DE BÚFALA
350 gramas de penne (de preferência importado)
100 gramas de anchovas no azeite de oliva
1/2 maço de alecrim
Sal e pimenta a gosto
5 tomates sem pele e sem semente
Azeite de oliva extravirgem
Mussarela de búfala em bolinhas (fresca)
2 dentes de alho
1/2 cebola ralada

O penne

Aqueça o azeite e doure o alho e a cebola ralada.
Após retirar a pele e as sementes dos tomates, coloque para refogar junto com galhos de alecrim.... ao alho e cebola.
Com um garfo vá esmagando os tomates até ficarem uma pasta homogênea.
Corrija o sal e deixe reduzir em fogo bem baixo.
Quando ficar pronto, retire os galhos de alecrim.

Em paralelo cozinhe o penne até ficar ao dente. Escorra.
Coloque em uma panela e regue com bastante azeite.
Coloque no prato, cubra com o molho e acrescente os filés de anchovas e as mussarelas de búfala.
Polvilhe um pouco de alecrim e queijo parmesão.