27 de ago de 2013

SOPA DE CEBOLA



 Sopa de Cebola

Ingredientes
(para 6 pessoas)
1 kg de cebola em rodelas
50 g de manteiga
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
1,5 litro de água
2 cubos de caldo de frango
1 pitada de noz-moscada
sal e pimenta-do-reino
1 baguette em fatias torradas
250 g de queijo ementhal ralado

Modo de preparo
Em uma frigideira, doure a cebola na manteiga em fogo baixo. Acrescente a farinha de trigo e misture. Ferva a água e dissolva os cubos de caldo de frango. Junte a cebola e a noz-moscada. Tempere com sal e pimenta do reino. Mexa bem até ferver. Retire do fogo e distribua a sopa em 6 cumbucas de porcelana. Coloque 1 fatia de pão em cada cumbuca e cubra com o queijo ementhal. Leve para gratinar em forno quente (220 graus), pré-aquecido por 10 minutos. Sirva imediatamente.

13 de ago de 2013

BACALHAU LUSO-SUIÇO





BACALHAU LUSO-SUIÇO

LOMBO DE BACALHAU GADUS MORHUA CONFITADO EM AZEITE DE OLIVA EXTRA VIRGEM AROMATIZADO.
COM REDUZIDO DE MOLHO DE PIMENTÕES ASSADOS VERMELHOS,CEBOLA EM TIRAS  MONTADO SOBRE DISCO DE BATATA SUIÇA RECHEADA DE LASCAS DE BACALHAU, CONCCASÉE DE PIMENTÕES VERMELHOS,TOMATES SEM PELE, ERVAS DE PROVINCE, AROMATIZADO COM AZEITE EXTRA VIRGEM DE ALHO DEFUMADO, ROSMARIN,  LASCAS DE AZEITONAS PRETAS E COMPLEMENTADO COM PIMENTA VERMELHA BIQUINHO E LASCAS DE AMÊNDOAS DORADAS.
SERVIDO COM PEDAÇOS DE TOMATES SEM PELE LEVEMENTE ASSADOS EM FORNO COM MOLHO REDUZIDO DE BACALHAU, E CEBOLAS EM PÉTALAS ASSADAS,  MONTADOS CIRCULARMENTE  EM VOLTA DA BATATA SUIÇA, SOBRE UMA FINA CAMADA DE REDUZIDO DE MOLHO DE BACALHAU PROCESSADO. CONCLUINDO COM FIO DE AZEITE EXTRA VIRGEM AROMATIZADO E SALSA FRESCA .


Quem quiser uma variação diferente, pode preparar um bacalhau com batata rosti, conhecida também como batata-suíça. ,como fazer. Primeiro, cozinhe as batatas inteiras e ainda com casca por 15 minutos. Em seguida, deixe-as na geladeira por duas horas. Depois, é só descascar, ralar (de preferência na parte grossa do ralador) e temperar com sal e noz moscada. Na hora de colocar na frigideira, é preciso dar uma apertadinha, para dar uma forma arredondada. “O segredo desta batata é fritar em fogo baixo e sem muito óleo, para ficar bem crocante de todos os lados”,.



Tomates sem pele e sem sementes


O termo gastronômico para tomates sem pele, sem sementes e cortados em pequenos cubos é tomate concassée. Muitas receitas pedem tomates preparados dessa forma. Existem duas maneiras de tirar a pele dos tomates.
Veja abaixo o passo a passo:



Com uma faca, faça cortes dos dois lados dos tomates para facilitar a retirada da pele.


Mergulhe-os em água fervente por 30 segundos se não estiverem muito maduros e 15 segundos se estiverem maduros.
depois colo em água gelada com gelo,para interromper o cozimento, retire a pele e as sementes.
Retirar a pele do pimentão vermelho asse no fogo e coloque num saco plastico para abafar,depois retire a pele.

BATATA SUIÇA RECHEADA COM BACALHAU


BATATA SUÍÇA RECHEADA COM BACALHAU
Modo de Preparo:

Lave as batatas inteiras (não descascar as batatas) coloque em uma panela para ferver em água com um pouco de sal, até que estejam "al dente", não deixe cozinhar muito (máximo 15min.) escorra a água, leve as batatas para a geladeira por pelo menos 2 horas, em seguida, descascar e ralar todas as batatas em tirar finas, existe raladores específicos para ralar em fios, também utilizados para ralar cenoura e beterraba.

Se tiver uma omeleteria será mais prático, coloque uma colher de azeite para esquentar e cubra toda a base da omeleteira com uma camada das batatas em fios, se quiser porvilhe sal, mas não esqueça que vocês já as cozinhou com sal, coloque no meio um pouco do recheio que decidiu fazer, e cubra-o todo com outra camada das batatas em fios.

Se for fazer na omeleteira, assim que tiver dourado, coloque a parte superior da omeleteira previamente umedecida com azeite e vire, se você não tiver a omeleteira, conseguirá virar com a ajuda de um prato.
Você pode rechear com lascas de bacalhau temperada com cebola,pimentão e azeitonas



PÊRAS AO VINHO COM CALDA DE CHOCOLATE



PÊRAS AO VINHO COM CALDA DE CHOCOLATE


Mundialmente conhecida, esta receita clássica francesa surgiu em meados de 1865 como pêras à Belle Helene. O nome foi inspirado na homenagem do compositor alemão Jacques Offenbach à Helena de Tróia, considerada a mulher mais bela da Grécia, ou La Belle Hélène, como é celebrada na ópera do compositor.
E, definitivamente, as pêras são belas, uma sobremesa elegante, leve e saborosa.  “A receita clássica é produzida na panela de pressão com gelatina de uva, mas prefiro esta versão onde levo tudo ao fogo. Passei a adicionar anis, cardamomo e pimenta-da-jamaica durante o cozimento e consegui um sabor bastante especial”.

Ingredientes das pêras ao vinho:
2 xícaras de vinho tinto seco
1 xícara de vinho do Porto
2 xícaras de açúcar
1 xícara de groselha
6 pêras firmes e sem casca
2 anis estrelado
2 cardamomos
2 pimentas-da-jamaica

Calda de chocolate
350 gramas de chocolate ao leite
200 gramas de creme de leite de caixinha
1 colher de rum
Derreta o chocolate e misture todos os ingredientes até obter uma consistência lisa. Cubra meia colher de sopa de chocolate derretido sobre cada pêra. Decore com uma folha de hortelã.

Modo de preparo:


Lembre-se de cortar também a base de cada pêra.

Descasque as pêras com uma faca pequena. Mantenha o cabo da fruta. Note que ao descascar as pêras o chef corta a base de cada fruta para que elas fiquem firmes no prato, facilitando a composição final. Dessa forma as frutas ficam bem posicionadas.



Cozinhe todos os ingredientes em fogo médio.
Leve tudo ao fogo por aproximadamente 40 minutos, até que as pêras fiquem macias. Mas atenção para não cozinhar demais, senão desmancham. Quando estiverem no ponto desligue o fogo e mantenha a panela tampada até que a calda esfrie.



Use o saco de confeitar para dar acabamento na decoração.
Leve as pêras junto com a calda para gelar. O ideal é fazer essa receita um dia antes de servir, fica muito mais saboroso. Na hora de decorar o prato, escorra as pêras e retire a umidade em papel toalha.

8 de ago de 2013

LASANHA DE SALMÃO COM FRUTOS DO MAR


LASANHA DE SALMÃO COM FRUTOS DO MAR
Ingredientes
1 xícara (chá) de farinha  Tipo 1
1 xícara (chá) de manteiga
1 litro de leite quente
5 dentes de alho picados
1 cebola picada
4 colheres (sopa) azeite extra virgem
400g de salmão
200g de camarões limpos e sem casca
200g de anéis de lula
200g de mariscos
1/2 xícara (chá) de vinho branco
1 pitada de açafrão
2 colheres (chá) de sal
400g de massa tipo Lasanha
400g de queijo mussarela ralado
2 pacotes de Parmesão (200g)

Modo de preparo
Para o molho branco, em uma panela, em fogo médio, doure levemente a FARINHA na manteiga e junte o leite quente, aos poucos, mexendo sempre até encorpar. Reserve. Em uma frigideira, doure o alho e a cebola no AZEITE, adicione o salmão, os camarões, a lula, os mariscos e o vinho. Deixe o molho reduzir um pouco, acrescente o açafrão e ajuste o sal. Retire do fogo, desfie o salmão e reserve. Em um refratário, intercale camadas de molho branco, de MASSA, de molho, de recheio de salmão e de mussarela, terminando em massa e molho. Polvilhe com o parmesão, cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio, preaquecido, por 15 minutos.

4 de ago de 2013

CHICO BALANCEADO COM BANANA E SUA HISTÓRIA



CHICO BALANCEADO COM BANANA
2 xícaras de açúcar
5 bananas nanicas
1 lata de leite condensado
A mesma medida de leite
1 colher (sopa) de amido de milho
3 gemas
3 claras
6 colheres (sopa) de açúcar

MODO DE PREPARO

Caramelize um refratário com as 2 xícaras de açúcar
Reserve
Leve ao fogo em uma panela o leite condensado, o leite, as gemas peneiradas e o amido de milho até começar a ferver
Deixe amornar
Pique as bananas, em pedaços diagonais, com mais ou menos 1 cm de espessura
Disponha no refratário, sobre o caramelo frio, arrumando-as lado a lado
Despeje o creme sobre as bananas
Bata as claras em neve e acrescente, aos poucos, as 6 colheres de açúcar
Faça uma camada sobre o creme de leite condensado
Leve ao forno para dourar o merengue
Sirva gelado
Informações Adicionais;
Se você tiver maçarico culinário, pode montar em porções individuais e dourar a clara com o maçarico. Dica para quem não quer usar claras em neve cruas: Bata as claras em neve, leve ao fogo 6 colheres de açúcar cheias com 3 colheres de água, deixe até formar um caramelo bem clarinho (se tiver termômetro deixe a 118°C). Depois derrame essa calda nas claras em neve, batendo na batedeira até esfriar. A calda quente vai cozinhar a clara e vai ficar um merengue bonito e brilhante, ideal para dourar no forno ou com maçarico.



HISTÓRIA DO CHICO BALANCEADO

Em toda pesquisa, o Chico Balanceado desponta como típica iguaria gaúcha.
Mas, Santa Catarina e Paraná também disputam o doce. Na outra ponta do País,em Pernambuco, o doce tem o nome de Manezinho Araújo e, portanto, as regiões Sul e Nordeste se conectam por meio de um doce caminho de creme de ovos,banana e açúcar. Em  Minas Gerais, conhecido como Manezinho Araújo.

Mas afinal, qual é a origem desta receita? E qual foi o primeiro estado a eleger o doce como sobremesa? Uma pergunta que tentarei com calma buscar resposta para ela nos livros históricos sobre a gastronomia brasileira. Infelizmente esta curiosidade o São Google não foi capaz de matar.
Ou, se por acaso nada encontrar a este respeito, chegarei à conclusão mais simples: no Brasil, não temos registros precisos sobre a comida do passado e do presente. Não há codificação e, portanto, a evolução gastronômica se perde entre as antigas casas de fazenda, moendas, casas-grandes, roçados, senzalas, macombos e por aí vai.
Antigamente, a tradição era oral: a avó ensinava a mãe, que passava para a filha, que reproduzia para a neta. As nossas bisavós, na maior parte, eram analfabetas e, portanto, não tinham a menor condição de registrar as receitas. A minha mãe por exemplo, esta longe de ser analfabeta, muito antes pelo contrário! Mas como aprendeu esta receita com a minha avó, me ensinou a prepará-la "no olho".Espero que esta receita fique perpetuada entre nossos filhos e netos,por ser muito saborosa e considerada uma sobremesa tradicional, e apreciada  em muitos estados, e deixo também registrada para os leitores e no meu blog.